segunda-feira, 18 de junho de 2012

As verdadeiras coisas

De que modo os sentimentos são transponíveis? E quão depressa? 

Papoila

3 comentários:

Marisa disse...

Os sentimentos não se medem no espaço do tempo.

Maria disse...

Os sentimentos têm obrigatoriamente que ser transponíveis. De que outra forma ultrapassaríamos uma desilusão amorosa, um abandono?

Hoje em dia já ninguém morre de amor e isso não significa que o amor já não existe, aprendemos foi a lidar com ele. O tempo é um aliado.

rv disse...

sempre q a razão assim o pedir, no fundo os limites somos nós q os construímos, colocamos ...o tempo é o necessário p q a aprendizagem n seja em vão