quarta-feira, 5 de junho de 2013

Primavera


Fugi para o Porto este fim-de-semana, para ver como é que conseguia criar um festival de música. Não posso deixar de referir o quão bem impressionada fiquei. Deitadinha na relva a ver concertos, a comer uma francesinha, a comer gelados à pala, com direito a toalhas de piquenique para o enxoval, enfim... Categoria!
E então os concertos? Finalmente, Blur. E, milagrosamente, a Caramel. Quase quase que voltei para aquela angústia dos dezasseis anos. Felizmente, passou depressa, deu para aproveitar o concerto com a alegria e satisfação merecida. Foi um prazer, Damon.
E depois... Savages. Seriam as mulheres deste ano, disse-o logo. Lá na frente, para as ver bem, confirmei-o. Eu e muito mais gente, pelos vistos. Que loucura. Assim sim, vale a pena gastar energia. Girl Power! Fiquem atentas. Ide pesquisar, ide!
E depois, tanta coisa... O Nick Cave tão carismático, Explosions in the Sky a mostrarem bem do que são capaz, os PAUS a agitar a tarde, o James Blake e a sua voz inconfundível, até os Swans na sua cena. Só tenho pena de ter perdido a oportunidade de ver o Daniel Johnston, não pela música mas pela pessoa.
Se tudo correr bem, lá estaremos para o ano. Eu dou já ideias: Metric, YYY, Rodrigo y Gabriela. Obrigada.

Orquídea

PS: A Frankie gostou tanto de mim que agora tenho uma recordação dela ao pescoço. Não te preocupes, Anita, fica-me muito bem. Agora é a vez de cá vires para a Fox (e eu) retribuirmos!

2 comentários:

Anita disse...

os Swan são uma cena muito à frente :D foi mesmo fantástico. a Fox pode retribuir à vontade, espero que não tenhas ficado muito marcada :)

Amelia disse...

Que inveja, queria tanto ter ido ver os Blur (como deves calcular)! mas ainda bem que valeu a pena :)