quarta-feira, 18 de abril de 2012

Método Tcharam - 1ª Tentativa

E foi há poucos dias que usei, pela primeira vez, o método Tcharam. Uma amiga, a quem ainda não tinha contado abertamente da minha relação com a Papoila, mas que já a conhecia, encontrou-nos num restaurante. Veio cumprimentar-nos com o seu namorado. Ganhei coragem e, como o rapaz ainda não a conhecia, apresentei-os: "É a Papoila, a minha namorada."
Ora bem, não aconteceu nada. A verdade é que, digamos, a última parte foi dito em tom decrescente e acelerado. Não sei se ouviram ou não. A Papoila gozou comigo pela forma atabalhoada como o disse, mas foi dito! Pelo menos já sei pronunciar as palavras, da próxima vão sair com mais volume e menos medo. E mais um passo foi dado!

Orquídea

2 comentários:

Mafalda disse...

Orquídea, estás azul de novo! :D

Ora, eu achei piada. Não do género maliciosamente gozão, obviamente.

E, tcharam! Para a próxima será TCHARAM!, vais ver :)

Anónimo disse...

para a próxima, gostaria que utilizasses o método Vitor Gaspar:) Pausadamente e com a mão aberta diz: Esta é a "papoila" - A minha n-a-m-o-r-a-d-a.
É um regalo e faz muito bem ao coração
Bj