quarta-feira, 28 de julho de 2010

Fim (ou Começo)


Terminei os exames do meu curso. Fiz cinco anos de faculdade e, como é meu costume, revejo de novo este tempo que passou.
Custou. Quis desistir tanta vez. O sacrifício que via à minha frente tanta vez me pareceu demasiado para o objectivo por que lutava. E que até poderia não conseguir concretizar. Não seria capaz de aguentar. Não era para mim.
Mas tu chegaste, meu bem. Ensinaste-me a sorrir de novo, a sonhar, a libertar-me. Deste-me a força que me faltava, não pude evitar que o teu entusiasmo me marcasse a ponto de continuar sempre em frente. Tu sabes as vezes que quis largar tudo. Sabes o quão pesado esteve o meu coração. E sabes como foste importante para mim, como foste a razão que me impediu sempre de fugir. Não estaria aqui sem ti.
Relembro-me naquela sala de Psicologia no início do segundo ano, a ouvir o professor falar do facto do Homem conseguir fazer algo para obter a recompensa a longo prazo. Pensei na altura que este era um longo prazo demasiado longo para mim. Duvidei da minha capacidade de resistência. E hoje volto àquela sala laranja, há alguns anos atrás, e digo a mim própria: 'Conseguiste. Está quase.'

Orquídea

4 comentários:

Marisa disse...

Conseguiste. Conseguiste. :)

Jéssica disse...

Bonitas realizações enchem-me os olhos...

Muita História para contar... disse...

o/ A caminhada é longa e muito árdua, mas tem sua beleza, sempre tem(neste caso alguém incrementou).Boa sorte e força!!!!

Dantins disse...

Quando o caminho é sinuoso mas temos alguém ao nosso lado que nos incentiva e apoia, a caminhada torna-se muito menos dolorosa :D
Parabéns por essa conquista!