domingo, 25 de julho de 2010

Naked in Camões

Ia eu a descer descontraidamente a rua em direcção ao Largo de Camões, orgulhosa do meu vestido rodado, com a namorada, a 'Iza e a Mafs. Fazia calor e tão bem que me estava a saber aquela aragem! O vestido era daqueles que se ata atrás e, como a fita me estava a magoar, decidi desfazer o laçarote e voltar a faze-lo, desta vez mais alargado. [agora imaginem-me com as mãos atrás das costas a tratar deste assunto] É então que vem uma rajada de vento, daquelas que sopra de baixo para cima, e me levanta o raio do vestido todo. TODO! Bem acima da cintura e mesmo a jeito de ver as cuecas. Isto no preciso momento em que eu tinha o laçarote desfeito. Fiquei sem saber para que lado me havia de virar: se agarrar os folhos da saia, se manter as fitas do laçarote seguras, não fosse o soutien ficar também à mostra e o vestido voar do meu corpo para fora.

Isto tudo num Domingo à tarde. Com o Largo cheio de pessoas.

Pior foi ver a minha companhia agarrada à barriga de tanto rir. Ninguém me ajudou a fazer o raio do laçarote, depois. E os turistas olhavam para trás só para rever a minha cara envergonhada.

Nice...
Papoila

4 comentários:

Marisa disse...

'Iza?? :p

Timona disse...

Aposto que o vestido te rendeu inúmeros olhares! x) eheh

Poppie disse...

mafs?! oh meu deus! nunca mais me chames isso! e olha q nem estava assim tanta gente no camões. até tiveste sorte! isso foi o culminar de um fds inteiro a falar de cuecas.

A Miúda dos Abraços disse...

AHAHAHAH!
Foi naquele gradeamento que está no chão mesmo na curva que dá acesso ao parque de estacionamento?
Mas que más, as meninas :-P
Deixa lá. Não penses mais nisso. Lá nesse sítio essas coisas estão sempre a acontecer às moças... e às vezes é até ao pescoço...
Devia haver um sinal de proibido a saias e vestidos!