segunda-feira, 5 de julho de 2010

Rescaldo


Não posso deixar de falar de Sábado. O encontro proporcionou-se e valeu muito a pena. O sorriso impôs-se sempre, foi um prazer partilhar aquelas horas convosco. Ficam as conversas, os risos, as descobertas, o perfume do amor, os amigos do monstro, o licor português, a mala de pele de camelo, o pão naan, os legumes ou a falta deles, a condição, as cadeiras que giram, os clichés e o desejo de se repetir tudo em breve. Será, pois, em breve!

Orquídea

1 comentário:

Rita disse...

Foi muito giro! =)