sábado, 4 de fevereiro de 2012

Jornalismo


Era uma vez uma menina pequenina que gostava muito das Spice Girls. Então decidiu que um dia seria jornalista para as poder entrevistar (certamente ainda estariam no ativo quando terminasse o curso, a menina fez as contas). Entretanto, deixou de pensar tanto nesse objetivo exclusivo e apercebeu-se que o seu gosto pela escrita e a sua vontade de contar histórias e partilhar conhecimento também seriam fatores importantes para a profissão que ambicionava. Então convenceu-se que, no futuro, iria certamente tirar o curso de Jornalismo.
O tempo passou e a realidade caiu-lhe aos pés. Talvez fosse melhor ponderar, os tempos não estão fáceis e as capacidades intelectuais podiam levá-la mais longe, para uma posição mais segura. E foi assim que, de pés assentes nesta Terra, a menina, já mais crescida, compreendeu que tinha outras capacidades e qualidades que a poderiam levar para um sonho diferente, que implicava ouvir e ajudar pessoas e que a satisfaria de igual forma. E visto este sonho ser socioeconomicamente mais favorável, optou por o seguir.
Porém, a jornalista que queria entrevistar a banda favorita continuava dentro de si a pedir atenção e nos momentos mais difíceis vinha à superfície lembrar que estava a ser sufocada. A menina crescida comprometeu-se então com a menina pequenina. Quando terminar esta empresa, recuperarei o teu desejo, não vou esquecê-lo.

E é por isso que me inscrevi num curso de Jornalismo, que farei ao longo deste mês de Fevereiro. Vai ser cansativo e intenso, mas vai valer muito a pena. Ainda só tive duas aulas, mas ando fascinada com as discussões sobre o que é e como ser jornalista. Veremos se os meus anos longe das Letras me prejudicaram, mas estou entusiasmada e, mesmo que não esteja a apostar numa carreira jornalística, o facto de ter mais noções sobre a área deixam-me tão mais feliz.
Estou a concretizar-me aos poucos. A menina pequenina está contente.

Orquídea

3 comentários:

A Miúda dos Abraços disse...

A menina crescida irá certamente continuar a escrever, aliás muito bem, dentro e fora da Medicina =)
Diverte-te com os outros meninos das áreas das letras. É todo um novo e interessantíssimo mundo a explorar e a absorver.
Diverte-te muito!

A.G. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
A.G. disse...

Quando a T.S. me mostrou este post e ia morrendo. Não sei se de rir ou se de chorar. Só posso dizer que me encontro exactamente na mesma situação: mas inversa. Ou seja, especializei-me em jornalismo mas o que quería mesmo era Saúde e estou, muito devagarinho a envergar por aí. O caminho parece-me quase impossível, mas ainda é um caminho. Posso dizer que todo este post é reflexo daquilo que penso, mas por coisas distintas. Mas parece que foi tirado da minha cabeça. Se calhar deviam trocar o provérbio "Dá Deus nozes a quem não tem dentes" por "Dá Deus nozes a quem quer avelãs e avelãs a quem quer nozes." :S De qualquer forma, mostro a minha total disponibilidade para falarmos sobre Comunicação ou Jornalismo. xD E força com os sonhos: só eles, em conjunto com o Amor, é que nos mantêm vivos.