quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Próximo Passo: Avós


Está na hora de lhes contar. Tenho pensado muito nisso nos últimos meses. Quero andar com a vida para a frente. Tenho uma relação estável, já com mais de 5 anos de construção, tenho projetos para o futuro, quero casar e ter filhos. E quero partilhá-lo com a minha família, para que a alegria seja de todos, que possamos desfrutar todos de uma vida cheia de amor, sonhos e esperança. Não sou pessoa de segredos, de mentiras. Não quero "esperar que os avós partam", não só por, felizmente, não o prever nos tempos mais próximos, mas especialmente porque não sinto que seja justo ocultar algo tão importante para a minha vida dos meus avós. Especialmente quando sei que a minha mãe, que tem sido incrível, também precisa dos seus pais, de desabafar com eles, e que existe este entrave. Tenho de ganhar coragem.
A minha mãe já me disse que, quando a minha avó perguntar, lhe conta. Mas, se ela não perguntar nada entretanto, espero ir a tempo de ser eu própria a contar. É o mais correto. Não faço ideia que palavras vou usar, mas tem de ser. Tendo em conta todo o amor que sempre me mostraram, só pode correr bem. Mas estes momentos antecedentes geram tanta ansiedade e medo...
Veremos.

Orquídea

3 comentários:

Anita disse...

Boa sorte. É uma coisa que eu nunca vou poder fazer com os meus avós porque sei que os vou perder da minha vida e vou descer muito na consideração deles. Mas espero que te corra bem e tenho a certeza que sim.

Beijinho

@rco Íris disse...

Eu contei e correu muito melhor do que estava à espera. Ficaram chocados logo no início, eu vi, não esperavam. Mas apoiaram-me sempre e só me querem bem. Acredito que seja assim com os teus. Força. :) *

Anónimo disse...

Só por curiosidade e porque eu própria ando em indecisões... Que idade têm os teus pais e avós? Sei que pode não ter muito a ver, mas por ser a filha muito mais nova preocupa-me a idade que já têm os meus...

Isabel