quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Singularidades #19

Deitas-te um pouco mais cedo do que eu e é o suficiente para adormeceres profundamente. Ontem, quando chegou a minha hora, perguntei-te se não querias ceder-me um bocadinho da tua almofada. Muito descansadinha no teu sono, respondeste "não". Comentei contigo a tua honestidade de manhã, quando já estavas bem acordada e consciente. Riste-te e sugeriste que, da próxima, aproveite a tua hora de conversa sem filtros para te perguntar se me amas, que responderias que sim, de certeza.
Esse momento chegou esta noite. Mais uma vez, adormeceste primeiro e quando cheguei ao pé de ti perguntei "Então hoje já me emprestas um bocadinho da almofada?". Respiraste fundo e respondeste "hmm... não." Ri de gosto, mas nem isso te acordou. Resolvi experimentar a pergunta que sugeriste. "Meu bem...?" "hm..." "Amas-me?" "Hmhm." Vá lá, foi o teu "hm" que corresponde a um "sim", mas não deixa de ser curioso que uma negação a uma almofada mereça a palavra completa e esta perguntinha se fique por um murmúrio ensonado a confirmar a tua aposta na manhã anterior.
Também hmhm te amo.

Orquídea

PS: Já tinham saudades das singularidades? Eu tinha!
PS2: Devia fazer uma sub-categoria de singularidades para as relacionadas com o seu sono...

6 comentários:

Miúda Má disse...

É verdade! Já cá faltava as singularidades :D

Beijinhos!

Dantins disse...

Gosto muito desta categoria! :D

Bjos

Papoila e Orquídea disse...

A Papoila é uma pessoa muito especial, merece muitos posts de singularidades ^^

Nikkita disse...

Gosto das singularidades! :)

Once I was disse...

Não pude evitar um sorriso e imaginar-vos. Cá por casa acontece o mesmo mas tenho que aproveitar o pré sono para fazer perguntas senão a única resposta que tenho é um valente "roooooonnnnn" da minha namorada!!

Aceitam-se tampões para os ouvidos na época natalícia!!! :)))

Mia disse...

hello there

eu vou ver feist

care to join me?