terça-feira, 23 de março de 2010

Meninas, ainda há esperança!

Havemos de conseguir
envelhecer
tão bem
quanto
ELA!
Ou, por outras palavras, como quanto mais envelhece mais bonita fica. Não lhe tirava nada, nem aquelas ruguinhas junto aos olhos - não lhe dão logo outra doçura?

Passei a infância e a adolescência sem ter nenhum ídolo. Nunca tive nenhuma obsessão nem um grande fascínio por alguém que fosse inacessível. Agora que cheguei à juventude, e em que já não tenho idade para estas coisas, é que me deu para isto. Sinto-me uma criancinha. Mas a verdade é que, ela sim, preenche os meus requisitos (e eu sou, infelizmente, demasiado exigente com estas coisas). Finalmente apareceu alguém que, numa só, juntava várias coisas que valorizo.

Esta senhora assumiu a sua homossexualidade perante o pai e foi expulsa de casa, não fosse ela contaminar as meias irmãs. Passou pelo acidente em que a namorada morreu, sem saber que era ela que estava dentro do carro a ser socorrida. Após assumir publicamente a sua orientação sexual, a série em que participava deixou de ser financiada (tentem adivinhar porquê) e ficou sem emprego durante três anos, durante os quais escreveu um livro (não publicado) que, sem intenção, lhe deu acesso ao mundo dos talk shows. É uma pessoa que não tem apenas a versão cor-de-rosa da vida e que, apesar de agora estar lá no alto, não se esquece de quem não está. Luta pelos nossos direitos e pelos direitos de quem não tem voz para falar. Está envolvida na política, arte, música e literatura e, enfim, é o claro exemplo que só o corpo envelhece e que nunca se deve parar no tempo.

Já vos disse que já vou a meio do segundo livro? É verdade.

Papoila

4 comentários:

Pugo disse...

Deixa-me dizer-te que a acho lindaaaaaaaaaaaaaaaaaa... então quando começa com as palhaçadas, é de derreter....

:D :D :D :D

Papoila e Orquídea disse...

É, não é? =)

Anita disse...

Cá em casa tanto eu como ella adoramos a Ellen. E a Portia. E a Ellen. E a Portia. HM HM, percebo perfeitamente o que queres dizer....

Papoila e Orquídea disse...

=) elas são ambas fantásticas mas... a Ellen tem *aquela coisa* ...

Beijinho às duas, Anita =)*