quarta-feira, 16 de junho de 2010

Fertagus #3

Quando era criança o meu pai levava-me a ver o comboio passar. É giro como o cheiro dos carris traz tantas recordações.

2 comentários:

Anita disse...

Quando era criança morei ao pé de uma linha de comboio. Eram vermelhos e brancos. Já subi montanhas a pique de comboio, já viajei em Portugal de comboio. É fácil amá-los não é? É fácil deixar-se baloiçar pelo seu som e movimentos, perder-nos nas paisagens e nas pessoas que nele entram... Resumindo: os comboios - para além da bicicleta - são os melhores meios de transporte. ^^

Flor(es) do Reggae disse...

Moro perto de uma estação de comboios, foi lá que fui encontrar a Orquídea uma vez, num dia de S. João e acabamos por vir jantar aqui.
Temos que repetir isso, mas desta vez também tens que vir e a B. também vai estar aqui para vos conhecer!
Ainda andei alguns anos a fazer viagens de comboio (a B. goza comigo porque eu fazia viagens de 5 minutos, achava que eu vinha de muito longe só porque dizia 'vou apanhar o comboio'!), lembro-me que gostava imenso, porque dava para ver o rio todo e o sol sobre as pontes, aproveitava para pensar sempre muito nesses cinco minutinhos. Com o ipod ligado era como se estivesse noutro mundo :)

Beijoo, T.