terça-feira, 11 de outubro de 2011

O homem da minha vida

É decerto um cão. Mas sem qualquer sombra de dúvida. É tão certo quanto a dívida que o amigo AJJ criou na Madeira (com o devido respeito @s madeirenses que nos seguem). Quanto ao tipo de cão eu não sei. Gosto dos rafeiros orelhudos, de porte médio, que têm olhinhos vivaços e carinhosos.

Talvez um dia. Até lá tenho que me contentar com os que vou apanhando na rua. Snif.

O eterno tema do cão, eu sei... mas o cão é o melhor amigo da Mulher. Não o homem.

Papoila

5 comentários:

Dantins disse...

Um cão rafeiro, fofinho e reguila combinava muito bem com as meninas :D

cegonhagarajau disse...

Ooooh pá!
Nós também queremos um cãojinho rafeiro de porte médio :(
Pois, também temos de abdicar dele, entretanto damos miminhos aos dos amigos.
Abraço

Xu disse...

Só para ti e mais ninguém a ouvir lol tenho uma amiga que tem uma labradora que acabou de ter uma ninhada, são todos pretos e puros e necessitam de alguém que os mime muito :D qualquer coisa avisa :D eles são lindos com olhinhos vivaços e carinhosos ;)

Papoila e Orquídea disse...

Oh Xu ='( traz-me uma cachorrinha bebé, com um laçarote cor de rosa, e deixa-a numa caixa à porta da minha casa em Lisboa. Por favor! Diz que é a minha prenda de anos (porque eu não estive em Lisboa nessa altura). E eu direi que não tive culpa, que me veio parar à porta com um cartão de aniversário. Por favor! Tratarei dela como uma princesa. Please. Please do fundinho do meu coração... ando TANTO a precisar de uma cadelinha....

Xu disse...

Já a tratar disso ;D