domingo, 27 de dezembro de 2009

Onde Começa

Às vezes tenho saudades daquele início, quando não sabia o que se passava. Hipnotizada. Sorrias-me com tanta honestidade, apesar do ainda pouco tempo que correra entre nós. Mal sabíamos quem éramos mas não poderíamos estar mais próximas. Embrenhámo-nos numa amizade estranhamente confortável. E era feliz. Sorrias-me e deste-me a mão. Tinhas a doçura que não compreendia mas que admirava. E que me confortava tanto. Fiquei com o teu cheiro na minha mão depois de te deixar naquela tarde e nasceu um secreto entusiasmo em mim por te ter mantido comigo. Discretamente, mergulhei o nariz na palma da minha mão e vim tão feliz em toda a viagem de regresso a casa.
Agora quando penso nisso, pergunto-me como não fui capaz de entender logo o que essa paz que me deste significava. Não importa. Sou feliz.

Orquídea

2 comentários:

Pano pRa Mangas disse...

... lindo lindo lindo

Papoila e Orquídea disse...

E foi... foi muito bonito =')

Papoila